Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

O centenário da Teoria da Relatividade no 'Sem Censura'

Tv Cultura

O centenário da Teoria da Relatividade no 'Sem Censura'

Fotografia no Círio e Música da Marambaia também foram assuntos
Publicado em 28/09/2015
Fotografia no Círio e Música da Marambaia também foram assuntos
O centenário da Teoria da Relatividade foi assunto do 'Sem Censura'

Foto: Camila Lima

 

A Teoria da Relatividade Geral, do grande físico Albert Einstein, completa 100 anos de sua publicação em 2015. Para comemorar, a Universidade Federal do Pará (UFPA) recebe o III Simpósio Amazônico de Física ou Amazonian Symposium on Physics (ASP), em inglês. O “Sem Censura Pará” recebeu o PhD em física, Carlos Alberto Herdeiro, para falar um pouco sobre a teoria e sobre o Simpósio.

 

O físico Carlos Alberto explicou, em linhas gerais, que, na Teoria da Relatividade Geral, Einstein compreendeu que o espaço e o tempo não são lineares, podem ser encurvados pela presença de matéria e energia. Parece distante da nossa realidade, não? Mas Carlos mostrou como essa teoria revolucionou a ciência e está pertinho da gente. “O sistema GPS precisa levar em consideração a teoria da relatividade geral. Aqui na terra o tempo flui mais lentamente que nos satélites. Isso é levado em consideração para ter a localização perfeita”, afirma Carlos.

 

O evento começa hoje (28) e vai até sexta (2). Cerca de 250 participantes já estão inscritos. Mas informações, acesse: www.ufpa.br/ppgf/IIIASP2015.

 

A apresentadora Mari Tupiassu conversou no segundo bloco sobre a segunda edição do LabCírio, projeto da Associação Fotoativa que tem o propósito de estimular a produção de conteúdo autoral durante o Círio de Nazaré. A fotógrafa Cinthya Marques, membro do Núcleo de Formação e Experimentação da Fotoativa, foi a convidada para explicar a dinâmica do Laboratório.

 

Houve uma seleção e 15 pessoas foram escolhidas para participar. O primeiro encontro será amanhã no dia 29 de setembro, e seguirá com atividades antes, durante e depois do Círio. Os participantes terão palestras do fotógrafo e educador Miguel Chikaoka e do professor, historiador e fotógrafo Michel Pinho com a proposta de captar questões subjetivas para a narrativa fotográfica e não apenas as imagens prontas do Círio. Será organizada uma exposição com o trabalho dos 15 participantes após o Círio.

 

A música da Marambaia foi a pauta do último bloco. Os cantores e compositores Guell Pantoja e Adelino Torres falaram sobre o Projeto “Os Marambaias”, que tem a ideia de reunir os músicos locais para ajudar a tirar crianças da rua por meio da música e da dança. Guell Pantoja, idealizador do projeto, conta que desde a década de 1980 esses encontros acontecem entre os músicos da Marambaia. Mas só recentemente conseguiram criar um projeto em parceria com o Centro Comunitário Nova Marambaia para inclusão social de adolescentes e jovens. O Centro Comunitário tem cursos de música, aulas de dança para os jovens e até para a terceira idade.

 

Eles farão um show no Centro Comunitário Nova Marambaia para lançar o 3º CD “Os Marambaias” na próxima sexta (02), a partir das 20h. Mais informações no telefone 91 981880561.

 

Quem ajudou no debate de hoje foi o jornalista Guaracy Britto.