Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Ciberativismo em defesa das mulheres negras

Tv Cultura

Ciberativismo em defesa das mulheres negras

Conheça Flávia Ribeiro e a Rede Nacional de Ciberativistas Negras
Publicado em 17/11/2017
Conheça Flávia Ribeiro e a Rede Nacional de Ciberativistas Negras
Ciberativismo em defesa das mulheres negras

No dia 20 de novembro é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. Neste dia diversas atividades acontecem em todo o país como forma de chamar a atenção da sociedade para os movimentos de resistência negra e a entrevista de hoje é com a jornalista Flavia Ribeiro, militante da Rede Nacional de Ciberativistas Negras. A Rede é  uma iniciativa da ONG Criola e foi criada no Rio de Janeiro, no início de 2017, e engloba mulheres negras de todas as regiões do Brasil.

 

"A intenção era reunir mulheres que já estão usando a internet, falando de mulheres negras e seus direitos. É uma rede em defesa da vida das mulheres negras para que elas tenham seus direitos respeitados", afirma a ciberativista.

 

Além disso, a idéia é que as ações da Rede resultem em políticas públicas e intensifiquem processos mais participativos. A rede foi trazida para Belém em julho desse ano, depois que Flávia participou do primeiro encontro da Rede no Rio de Janeiro. "No mês de julho foi lançada a Campanha 75 dias de ativismo contra o racismo, e no encerramento no dia 25, a Rede foi estabelecida aqui", disse ela.

 

Na região Amazônica, a Rede tem pontos focais no Pará, no Amapá, no Amazonas e no Acre. Assim, as mulheres negras se tornam cada vez mais protagonistas na luta contra a violação de seus direitos.

 

Encontro da Rede de Ciberativistas Negras

(Foto: Facebook)

 

I Encontro de Mulheres Negras da Amazônia

A jornalista Flavia Ribeiro também faz parte da Rede Fulanas, que vai realizar nos dias 17 e 18 de novembro o Encontro de Mulheres Negras da Amazônia, no Sindicato dos Bancários do Pará (Rua 28 de Setembro). O evento é específico para mulheres negras e tem apenas 80 vagas. Para mais informações clique aqui.

 

A Rede Fulanas/NAB – Negras da Amazônia Brasileira é uma articulação constituída por mulheres negras, associações de mulheres negras e associações com grupo/núcleo de mulheres negras ativos da região amazônica com atuação nas áreas social, econômica, cultural, política, ambiental e de direitos humanos.

 

O objetivo é fortalecer e dinamizar o processo de organização das mulheres negras da Amazônia. Já foram realizados quatro encontros no Pará, Amapá, Amazonas e Tocantins. São esperadas mulheres do Acre e do Maranhão também.