Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Sespa vai rastrear perfil de mulheres vulneráveis ao câncer de colo de útero

Rádio Cultura

Sespa vai rastrear perfil de mulheres vulneráveis ao câncer de colo de útero

A estimativa é de 16 mil novos casos da doença no país em 2018
Publicado em 14/03/2018
A estimativa é de 16 mil novos casos da doença no país em 2018
Sespa vai rastrear perfil de mulheres vulneráveis ao câncer de colo de útero

Reportagem: Felipe Feitosa

Edição: Cássia Nascimento

Foto: Ascom Sespa

 

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) prevêm que, para o período  2018/2019 sejam diagnosticados 16.370 novos casos de câncer de colo do útero no Brasil, com um risco estimado de  cerca de 16 casos a cada 100 mil mulheres.

 

Para combater a doença, o governo do estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (SESPA), iniciou o plano piloto de rastreamento. A idéia  é promover uma série de ações  para a realização do exame preventivo, o chamado Papanicolau. A iniciativa é fazer um rastreamento do perfil da mulher que está mais vulnerável ao câncer de colo do útero. “É a mulher que nunca fez o exame, então é essa que nós temos que ir atrás. Cabe a nós atuar fortemente na prevenção. O câncer não escolhe cor, não escolhe classe financeira, não escolhe religião, qualquer mulher pode vítima desse tipo de câncer”, afirma a secretária adjunta da Sespa, Heloísa Guimarães.

 

A dona de casa Betânia Luz, de 43 anos, acredita que essas medidas são fundamentais para garantir a saúde. “Pra evitar as doenças de colo de útero. Por isso que é bom a gente fazer esses exames, justamente pra poder previnir essas coisas”, destaca.

 

A ação acontece até o dia 17 deste mês na unidade móvel  de ginecologia, em frente a Unidade de Saúde do bairro Águas Negras, em Icoaraci. Depois,  ela vai ficar entre os dias 19 a 31 de março no bairro da Agulha. A meta é realizar dois mil exames preventivos, com atendimento preferencial a mulheres com faixa etária entre 25 a 64 anos.