Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Documentário sobre os 'abridores de letras' é exibido em Belém

Tv Cultura

Documentário sobre os 'abridores de letras' é exibido em Belém

Assista no Sem Censura Pará desta terça-feira (24).
Publicado em 24/04/2018
Assista no Sem Censura Pará desta terça-feira (24).
Documentário sobre os “abridores de letras” é exibido em Belém

Foto: Documentário "Marajó das Letras" (Divulgação)

 

O documentário “Marajó das Letras: Os Abridores de Letras da Amazônia Marajoara” será exibido até esta quarta-feira (25) no auditório da Casa das Artes, em Belém. Dirigido por Fernanda Martins, que participa do programa de hoje para uma entrevista sobre essa obra, o filme é parte do projeto “Letras que Flutuam” e resultou de um mapeamento realizado junto aos “abridores de letras”, como são conhecidos os artistas que pintam as embarcações marajoaras, e visa valorizar esse trabalho relacionados à comunicação visual tradicional.

 

Abrir letras em barcos é um ofício associado à pintura tradicional com pincel, técnica usada para pintar os nomes das embarcações com letras coloridas e decoradas. Tal prática é muito observada em diversos municípios ribeirinhos paraenses nas regiões de Santarém, Marajó, Belém e Região do Salgado. Entre as pessoas que realizam esse trabalho são encontrados artistas de destaque, alguns com conhecimentos prévios adquiridos em cursos, outros que aprenderam o ofício a partir da prática cotidiana.

 

Além da pintura tradicional dos barcos com pincéis, o documentário mostra que no Marajó vem crescendo o uso da pintura com pistola (à qual chamam de “grafite”), sobretudo em embarcações menores, as “rabetas”, dando à paisagem marajoara uma outra atmosfera influenciada pelos meios de comunicação, principalmente a internet.

 

A partir da exibição desse documentário a equipe do projeto “Letras que Flutuam” pretende apresentar a cultura visual paraense para o Brasil e o mundo, mostrando a identidade marajoara através das modificações que o homem gera na paisagem com pincéis, cores e pistolas.

 

Outros destaques:

 

Vamos conversar também com a cantora Juliana Franco sobre o lançamento do seu EP com músicas inéditas. Após morar por cinco anos em São Paulo ela retornou para Belém e recentemente uma de suas apresentações em festivais viralizou com mais de 35 milhões de visualizações nas redes sociais.

 

Participa também do programa de hoje o músico Ademir da Marcação. Ele apresenta nesta quarta (25) no teatro Margarida Schivasappa, do Centur, o show “Por Lembranças”, seguido do lançamento do CD.

 

Nossa outra convidada é a coordenadora do curso de enfermagem da Unama, Renata Glauce, que vai contar todos detalhes sobre o Terceiro Congresso Multidisciplinar de Saúde

 

Não perca! O Sem Censura Pará vai ao ar logo mais às 14h30 e você acompanha a transmissão pela TV e Portal Cultura através do link “TV ao Vivo”.