Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Exposição celebra o movimento de maio de 1968

Exposição celebra o movimento de maio de 1968

Há 50 anos estudantes e trabalhadores franceses iniciaram manifestações que influenciaram a cultura e política em todo o mundo
Exposição celebra o movimento de maio de 1968

Com informações da Aliança Francesa

Foto: Divulgação

 

Como parte das comemorações pelo 50° aniversário das manifestações de Maio 1968 na França, celebrado neste mês, Belém recebe a exposição fotográfica inédita “Au coeur de Mai 68” sobre o movimento que influenciou a cultura e a política ao redor do mundo.

 

Promovida pela Associação Amigos de Philippe Gras, pela Produtora Quatro Planetas com o apoio da Cinemateca Francesa e do Instituto Francês, junto à Delegação Geral das Alianças Francesas no Brasil, a exposição conta com 43 fotografias inéditas realizadas durante as manifestações em Paris pelo fotógrafo Philippe Gras que através de seu olhar intimista consegue transportar o público ao coração dos acontecimentos.

 

Documentário – A exposição é acompanhada pelo documentário “Uma estranha primavera”, realizada pelo historiador e cineasta Dominique Beaux. O filme apresenta uma ótica diferenciada dos fatos, com depoimentos de personalidades pouco ouvidas na época do movimento, entre os quais personagens do universo político, dos sindicatos, entre outros. Tais fontes trazem um ângulo diferente acerca dos acontecimentos, ajudando a recompor os diversos pontos de vista e a conduzir o espectador à realidade da época.

 

Sobre o Movimento de Maio de 1968 - Iniciado por estudantes franceses que pediam reformas no setor educacional, o movimento cresceu evoluindo para uma greve geral de trabalhadores, considerada a maior greve geral de toda a Europa, com a participação de cerca de 9 milhões de pessoas. Como consequência, um ano após o seu início as manifestações levaram à renúncia do general Charles De Gaulle, então presidente da França. Comemorado no mês de maio pelos franceses que o consideram um símbolo de liberdade, o movimento acabou influenciando a cultura e a política de diversas gerações ao redor do mundo.

 

Serviço: A exposição “Au coeur de Mai 68” pode ser visitada na Galeria Theodoro Braga (Centur) no período de 17 de maio a 8 de junho, de segunda a sexta no horário das 9h às 18h.

 

As sessões do documentário “Uma estranha primavera” acontecem no Cine Líbero Luxardo, de 17 a 23 de maio, às 16h. Neste domingo (20), às 14h30, haverá uma sessão especial seguida de debate com o professor, historiador e fotógrafo Michel Pinho. A exposição fotográfica e a exibição do filme têm entrada franca.