Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Passagens interestaduais estão 10% mais caras

Rádio Cultura

Passagens interestaduais estão 10% mais caras

Reajuste autorizado pela ANTT começou a valer essa semana
Publicado em 09/07/2018
Reajuste autorizado pela ANTT começou a valer essa semana
Passagens interestaduais estão 10% mais caras
Reportagem: Brenda Freitas
Edição: Cássia Nascimento
Foto: Arquivo/ Agência Pará 
 
Viajar pelos estados do Brasil nas férias escolares está mais caro este ano. O reajuste de 10% no preço do transporte interestadual foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT e entrou em vigor na última segunda-feira (02). Como análise dessa mudança, o DIEESE divulgou essa semana uma pesquisa que aponta os valores mais altos em relação ao ano passado. 
 
“Quem vai pra outros estados utilizando ônibus, vai estar pagando 10% a mais do que no ano passado, no caso do transporte interestadual. Dependendo de onde ele vai se deslocar, ele deve estar gastando até 3 salários mínimos”, detalha o supervisor técnico do Dieese, Roberto Sena.
 
 
Gratuidades
 
Com o preço das passagens interestaduais em alta, o que resta é tentar economizar em outras despesas ou ainda verificar a possibilidade de uma gratuidade. “Financeiramente, conhecer o país é muito caro e pra quem está estudando é ideal conhecer outras culturas”, conta a estudante Mayara Oliveira, que é de Recife e descobriu a ID Jovem, um benefício que garante descontos de 50 e 100% nas passagens entre os estados do país.
 
As crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais também podem garantir passagem gratuita para viajar de um estado para outro. “As crianças de até 6 anos podem ser transportadas gratuitamente, mas uma criança por cada responsável desde que ela não ocupe um assento, ela tem que ficar acomodada junto com o respectivo responsável. Maiores de 60 anos que comprovem renda familiar não superior a dois salários mínimos, por determinação da Antt são dois assentos por veículo. Portadores de necessidades especiais também terão direito à gratuidade desde que comprovem renda familiar não superior a um salário mínimo” explica o advogado Paulo Barradas.
 
Denúncias
 
Para denunciar abusos de gratuidade no transporte interestadual, ou seja, situações que não se enquadrem nos padrões aceitáveis por lei, basta denunciar para a Agência Nacional de Transportes Terrestres, no telefone gratuito 166.