Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Cine Olympia traz a Belém uma Mostra de Cinema Europeu

Cinema

Cine Olympia traz a Belém uma Mostra de Cinema Europeu

A programação será de 16 a 19 de maio. A entrada é franca
Foto em destaque

O Cine Olympia realiza essa semana, de 16 a 19 de maio, uma Mostra de Cinema Europeu. A entrada é franca e a programação conta com variados títulos mundialmente premiados.

 

No dia 16, às 18h30, você confere a exibição do filme croata “O último poço”, de Filip Filković. Logo em seguida, às 18h50, o cinema exibe o longa cipriota “Amanhecer em Kimmeria”. No dia seguinte, 17, mais dois filmes na programação. Às 16h30 você assiste ao documentário alemão “A construção do futuro - 100 anos da Bauhaus” e às 18h30, ao drama italiano “The startup - Dá play no seu futuro”.

 

Para esquentar o sábado (18), um filme francês e outro italiano. “O que estamos esperando?” será exibido às 15h, e às 17h, “Os exilados românticos” fecha a programação do dia. Para o domingo, o Olympia programou a exibição do sueco “Bikes versus carros”, às 15h, e do húngaro “Liza, a Fada Raposa”, às 17h. Saiba um pouco mais sobre os filmes em cartaz pelas sinopses abaixo.

 

Sinopses:

 

O último poço (16/05, às 18h30) - O ano é 2037 e a Europa está em frangalhos. O proprietário do último poço com água limpa e natural vive na Croácia. Depois que uma de suas vendas de água potável termina em um banho de sangue, ele se torna marido e padrasto. Mas, quando o poço seca, ele é forçado a fazer um último “comércio”.

 

Amanhecer em Kimmeria (16/05, às 18h50) - Uma vila remota do Chipre se torna tragicômica quando um objeto não identificado cai em uma plantação de batatas em uma área de controle da ONU. Um jovem fazendeiro cava o objeto que desencadeia uma série de eventos.

 

A construção do futuro – 100 anos da Bauhaus (17/05, às 16h30)- Partindo da Bauhaus como utopia social, Niels Bobrinker e Thomas Tielsch investigam a evolução dessa importante escola de arte e arquitetura e sua capacidade de seguir inspirando ao longo dos últimos 100 anos. Como as ideias da Bauhaus poderiam fazer frente ao capitalismo global e ao rolo compressor dos mercados habitacionais?

 

The startup - Dá play no seu futuro (17/05, às 18h30) - Matteo Achilli tem 18 anos e quer se tornar um nadador de sucesso. Seu treinador, no entanto, favorece seu próprio filho, que treina no mesmo time de Matteo, mas não é tão bom quanto ele. O jovem não desanima e resolve procurar sua revanche: matricula-se em uma prestigiada universidade e cria um aplicativo capaz de classificar candidatos para diferentes tarefas profissionais usando um algoritmo matemático que avalia o mérito. O filme é baseado em fatos reais.

 

O que estamos esperando? (18/05, às 15h) - Quem acreditaria que a campeã internacional das cidades em transição é uma pequena comunidade francesa? No entanto, Rob Hopkins, fundador do movimento das cidades em transição, é quem diz isso. O filme conta como uma pequena cidade da Alsácia, de 2200 habitantes, começou o processo de transição para a era pós-petróleo, decidindo reduzir seu impacto ambiental.

 

Os exilados românticos (18/05, às 17h) - Três amigos realizam uma viagem em busca de amores idílicos e efêmeros. O que eles pretendem é experimentar novas emoções, algo que faça se sentirem vivos. Pode ser uma tentativa de gastar os últimos momentos da juventude com certo heroísmo, mas talvez seja mesmo uma mostra da decadência do gênero masculino.

 

Bikes versus carros (19/05, às 15h) - A bicicleta é uma ferramenta incrível para a mudança. Contra os imensos problemas urbanos, ela surge cada vez mais como uma solução “faça você mesmo”. O ex-correspondente internacional e colunista Fredrik Gertten coleciona experiências na África, na América Latina, na Ásia e em toda a Europa. Em Bikes versus carros, ele mostra como ativistas e cidades em todo o mundo estão se movendo em direção a um novo sistema.

 

Liza, a Fada Raposa (19/05, às 17h) - Na Budapeste de 1970, a enfermeira Liza sonha com um romance. Porém, todos os seus pretendentes morrem de forma extrema e violenta, fazendo ela temer o pior: seria ela uma fox fairy, um demônio da mitologia japonesa? De acordo com a lenda, todos que se apaixonam por ela morrem logo em seguida.