Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Copa Verde: Paysandu vence Cuiabá e segue invicto

Foto em destaque

Copa Verde: Paysandu vence Cuiabá e segue invicto

Papão venceu o Dourado por 1 a 0, na Arena Pantanal
Publicado em 14/11/2019
Papão venceu o Dourado por 1 a 0, na Arena Pantanal
Foto em destaque

 

Apesar dos 39 dias sem jogar uma partida oficial, desfalques e atraso no voo, o Paysandu superou as adversidades e conseguiu vencer o Cuiabá (MT) por 1 a 0 nesta quinta-feira (14), na Arena Pantanal, pela primeira partida final da Copa Verde.

 

O gol da vitória bicolor foi marcado pelo por Nicolas, aos 23 minutos do segundo tempo, após cobrança de falta de Leandro Lima. É o 12° gol do atacante na temporada – artilheiro do time no ano -, enquanto que o meio-campista distribuiu a terceira assistência em 2019.

 

Com o triunfo, os bicolores jogam por qualquer vitória ou empate para conquistar o terceiro título da Copa Verde em cinco finais. O Dourado precisa ganhar por um gol de diferença para levar o jogo aos pênaltis e, para se sagrar campeão ainda no tempo normal, necessita de dois gols ou mais de vantagem.

 

Invencibilidade

 

O Paysandu não perde na Copa Verde desde o dia 4 de maio de 2017, quando foi derrotado por 3 a 1 para o Luverdense (MT), pela primeira partida da final. Agora, os bicolores somam 16 partidas sem derrota. São nove vitórias e sete empates. Sob o comando de Hélio dos Anjos, que chegou em maio, os bicolores têm 24 jogos de invencibilidade – são oito vitórias e 16 empates.

 

Melhora

 

O Paysandu venceu o quarto dos 20 jogos que disputou em estádios de Copa do Mundo. Desde 2014, o Papão tem mais cinco empates e 12 derrotas.

 

Ficha técnica:

 

Cuiabá: Victor Souza; Leo, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho (Alex Ruan); Marino (Escudeiro), Escobar e Alê; Felipe Marques, Toty (Gutierrez) e Jefinho. Técnico: Marcelo Chamusca.

 

Paysandu: Giovanni; Tony (Bruno Oliveira), Victor Oliveira, Micael e Bruno Collaço; Wellington Reis, Caíque Oliveira (Thiago Primão) e Tomas Bastos (Leandro Lima); Vinícius Leite, Elielton e Nicolas. Técnico: Hélio dos Anjos.

 

Foto: ascom/Cuiabá