Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

'Miro lo que pasa' reúne trabalhos de Elton Galdino

'Miro lo que pasa' reúne trabalhos de Elton Galdino

A exposição conecta desenho, texto e vídeo abordando a complexidade da vida na cidade de Belém.
'Miro lo que pasa' reúne trabalhos de Elton Galdino

A Casa das Artes, em Belém, recebe a partir desta sexta-feira (14) a mostra “Miro lo que pasa”, primeira exposição individual e que reúne dez anos de produção do artista visual Elton Galdino. A exposição ficará em cartaz até o dia 27 de março, com entrada franca.

 

Sobre o artista - Galdino aprendeu a desenhar para aprender a escrever, começou a ler o mundo desenhando. Virou hábito. Matava aula para ir do Tapanã, periferia da cidade onde mora, ao Telégrafo para cursar aulas no Curro Velho. Lá fez tantas oficinas que virou “oficineiro”. O desenho, o quadrinho e a ilustração se tornaram profissão. Estudou Artes Visuais na Universidade Federal do Pará, e consolida sua trajetória na ilustração e no design gráfico. Filho de família nordestina, Elton mantém um olhar estrangeiro ao fitar o território onde vive.

 

Exposição - “Miro lo que pasa” apresenta a visão do artista sobre o cotidiano da cidade de Belém, seus personagens, paisagens cruas, suas contradições e fisionomias. Caminhos, casas abandonadas e moradas com paredes de tijolo cru, paisagens de rio e palafitas, as multidões no lotação, a falação na calçada, tudo é representado. Com curadoria de Luana Peixe e Romário Alves, a mostra é multimídia e conecta desenho, textos e vídeos. Quatro séries de trabalhos integram a exposição, contemplada em 2019 com o Prêmio de Produção e Difusão Artística da Fundação Cultural do Pará.

 

Serviço

 

Exposição “Miro lo que pasa”, de Elton Galdino

Vernissage nesta sexta-feira (14), às 19h.

Visitação: até o dia 27 de março, de 8h às 18h.

Local: Galeria Ruy Meira, na Casa das Artes (Praça Justo Chermont, 236, aolado da Basílica Santuário de Nazaré).

 

Foto: Divulgação