Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Governo do Pará reforça ações de combate ao Covid-19

Rádio Cultura

Governo do Pará reforça ações de combate ao Covid-19

São 13 casos confirmados da doença no Estado, até às 19h, do dia 26 de março
Publicado em 26/03/2020
São 13 casos confirmados da doença no Estado, até às 19h, do dia 26 de março
Foto em destaque

Em entrevista coletiva concedida na noite desta quinta-feira (26), o Governador do Estado Hélder Barbalho falou sobre as principais medidas diante ao combate a pandemia provocada pelo coronavírus. Entre elas, a contratação de um hospital em Belém, que irá disponibilizar mais 70 leitos para o sistema público de saúde. Confira os destaques da coletiva:

 

- Números do coronavírus no Pará: 13 casos confirmados, 97 em análise e 411 descartados. 4 novos casos foram confirmados nesta quinta.

 

- Os casos confirmados no Pará têm origens conhecidas: 10 pacientes foram contamidos fora do Estado e 3 casos de transmissão local, no município de Ananindeua. O Pará não possui nenhum caso de transmissão comunitária (quando não se sabe a origem do contágio).

 

- São cinco municípios com casos confirmados: Belém (6 casos), Ananindeua (4 casos), Castanhal (1 caso), Itaituba (1 caso) e Marabá (1 caso).

 

- O governador reforçou o pedido para que a população siga as medidas de restrição decretadas.

 

- Contrato fechado com o hospital Santa Clara, em Belém, com 70 leitos disponíveis, que será retaguarda no sistema de saúde. Inicialmente, o hospital será reservado para atendimento aos pacientes da Covid-19, que eapresentem um quadro de baixa complexidade ou de recuperação pós alta da UTI. A ideia é desafogar o sistema e ter mais uma alternativa para as possíveis demandas.

 

- Após esse período da pandemia, o Hospital Santa Clara deverá ser reutilizado na Rede Estadual, para reforçar a rede de saúde.

 

- Nesta quinta a noite, chega a Belém a equipe que fará a montagem dos hospitais de campanha, de Belém, Marabá, Santarém e Breves. A previsão é de que as unidades sejam montadas em 17 dias.

 

- A Fábrica Esperança, que conta com a mão de obra de egressos do sistema penal, está produzindo máscaras para os profissionais da rede pública de saúde. A produção é de aproximadamente 10 mil máscaras por dia.

 

- 2 mil aventais doados pela empresa Jari Celulose, serão distribuidos para os hospitais públicos do Pará.

 

- Amanhã começa a distribuição das cestas de alimento, que devem beneficiar cerca de 535 mil estudantes da rede pública estadual. Os estudantes devem aguardar a informação sobre o cronograma de entrega nas escolas, que será divulgado pelas Redes Sociais.

 

- A partir de segunda-feira começa as aulas do projeto “Todos em Casa pela Educação”, pela TV Cultura e pelo aplicativo da Rede Cultura. Serão disponibilizadas videoaulas sobre os conteúdos programáticos do ensino fundamental e médio. Uma forma inovadora e interativa de disponibilizaros conteúdos.

 

- Uma aeronave e um helicóptero já estão em Juruti para monitorar a fronteira, após denúncias de que embarcações estariam vindo do Amazonas e entrando no estado sem autorização, desrespeitando o decreto.

 

- Fundo Esperança já registrou 25 mil inscritos. Devido a grande demanda, o Governo do Estado dobrou o valou destinado para o fundo, que agora vai contar com 200 milhões de recursos do Estado.

 

-Sobre a comunicação dos casos – num momento de emergência em saúde pública, é preciso centralizar a informação. A Sespa não libera informação antes de ter o cuidado ético de informar primeiro o paciente e, só após, avisar os cidadãos pelas redes sociais. Não há problemas quanto ao fato das prefeituras fornecerem as informações sobre os casos, mas o ideal é que esta informação seja centralizada, e a Sespa tem feito isso.

 

- Os testes estão sendo feitos no Lacen, Instituto Evandro Chagas e laboratórios privados contratados por hospitais particulares, a partir das demandas dos profissionais de saúde. São feitos entre 40 e 60 exames por dia. A realização dos testes está sendo amplinada, em parceria com o laboratório da UFPA e com equipamentos enviados pelo Ministério da Saúde, o que deve aumentar a capacidade de realização para 120 a 150 exames por dia.

 

- Estrutura da Sespa está presente nos aeroportos de Belém, Santarém e Marabá. A equipe está verificando temperatura, dialogando e distribuindo informativos aos passageiros. A ação também está sendo realizada nos terminais hidroviários e no terminal rodoviário, como medida de prevenção.

 

- Com casos confirmados da Covid-19 nas cidades paraenses, o Governo do Estado está dialogando com os prefeitos, secretários municipais de saúde e conselhos de saúde. Já foi destinado um repasse de 25 milhões de reais aos municípios para colaborar com a restruturação das redes de saúde.

 

Foto: Bruno Cecim/ Agência Pará