Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Campanhas de vacinação encerram nesta sexta (30)

Campanhas de vacinação encerram nesta sexta (30)

Ações são contra a Poliomielite e para atualizar cadernetas de vacinas de crianças e adolescentes
Campanhas de vacinação encerram nesta sexta (30)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, bem como a de Multivacinação para atualização do esquema vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos, seguem até esta sexta-feira, dia 30 de outubro, no Pará.

 

Todos os 144 municípios paraenses receberam doses das vacinas. São 15.524 trabalhadores diretos, 3.110 equipes de vacinação e 2.883 mil postos disponíveis para campanha, com 1.876 mil fixos, 887 volantes e 120 fluviais. 

 

"Basta a família levar a criança ou adolescente à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais perto de sua casa, e apresentar o documento de identidade e a carteira de vacinação. Nossa meta é vacinar pelo menos 95% do total de 595.688 mil crianças, mas a campanha ainda está longe da meta. Até o momento foram vacinadas 93.194 crianças, o que corresponde a apenas 15,64% de cobertura vacinal", disse a coordenadora estadual de imunizações da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Jaíra Ataíde.

 

As vacinas de crianças até 10 anos incluem: BCG, Hepatite B, Penta (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e poliomielite), Polio inativada, Polio oral, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Febre Amarela, Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), DTP (tríplice bacteriana), Hepatite A e Varicela.

 

Já as voltadas para os adolescentes são as vacinas contra Hepatite B, Febre Amarela, Tríplice viral, Difteria e tétano adulto (DTPa), Meningocócica ACWY, HPV quadrivalente e Varicela.

 

Serviço:

 

Campanhas de Multivacinação e contra a Poliomielite 

Data: até 30 de outubro (de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h).

Local: Postos de saúde da capital.

 

Foto: Divulgação