Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

‘Janeiro Branco’ destaca os cuidados com a saúde mental

‘Janeiro Branco’ destaca os cuidados com a saúde mental

Ação faz parte de um movimento nacional de promoção da saúde mental e emocional das pessoas
‘Janeiro Branco’ destaca os cuidados com a saúde mental

O Janeiro Branco é uma campanha ao estilo do “Outubro Rosa” e do “Novembro Azul”. O seu objetivo é chamar a atenção da sociedade para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas e das instituições humanas. No Pará as ações do Janeiro Branco serão promovidas pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), com o tema "Cuidar da Mente é cuidar da vida" e estão previstas para acontecerem na segunda quinzena deste mês.

 

A finalidade da Sespa é sensibilizar a todos sobre a importância da promoção e proteção da saúde mental, assim como informar sobre o funcionamento da Rede de Atenção Psicossocial, voltada aos cuidados de saúde das pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Sobre o Janeiro Branco - Segundo a coordenadora estadual de Saúde Mental, Ilda Morais, o Janeiro Branco foi idealizado em 2014 por um grupo de psicólogos do município mineiro de Uberlândia, preocupados com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) que apontavam um aumento significativo das doenças mentais. "O mês de janeiro foi escolhido para a campanha em função da grande expectativa que as pessoas criam em relação à chegada de um novo ano", informou.

 

Assim, o objetivo é estimular que as pessoas comecem a fortalecer os cuidados com a sua saúde mental, recebendo esclarecimentos e sendo conscientizadas sobre a necessidade de promover o seu bem-estar físico, social e mental, e de se prevenir das doenças mentais.

 

"E, considerando a pandemia de Covid-19, que afetou emocionalmente grande parte da população por conta do isolamento e distanciamento sociais, torna-se fundamental, neste ano, uma atenção maior à saúde mental da população", comentou Ilda Morais.

 

Programação - Como ainda não é possível realizar atividades presenciais com grande número de pessoas, por conta da necessidade de se evitar aglomerações, o tema "Cuidar da Mente é cuidar da vida" será abordado em duas lives destinadas exclusivamente a profissionais de saúde e palestras educativas durante as ações do Programa Territórios da Paz (TerPaz).

 

A primeira live será dia 22 de janeiro, às 10h, por meio do Google Meet, com o subtema "Depressão no contexto intra e extra familiar em tempos de pandemia de Covid-19". A segunda transmissão online ao vivo, será às 10h, em 29 deste mês, também pelo Google Meet, abordando o subtema "Saúde Mental e Trabalho".

 

Já as palestras para a comunidade ocorrerão, no dia 16, nos bairros do Icuí e Terra Firme; no dia 17, no Benguí e Cabanagem; no dia 23, no Jurunas e Benguí; no dia 24, na Terra Firme e Guamá; no dia 30, no Guamá e Cabanagem; e no dia 31, em Marituba e Jurunas.

 

Estatísticas - Segundo Ilda Morais, conforme dados levantados preliminarmente junto aos CAPSs, os distúrbios mentais mais frequentes são transtorno de ansiedade, depressão, bipolaridade e risco de suicídio, além de Transtorno Compulsivo Obsessivo (TOC).

 

Sobre internações, de acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), o Pará registrou 2.967 internações por transtornos mentais e comportamentais de janeiro a dezembro de 2019 e 2.647 internações de janeiro a outubro de 2020, por isso, é fundamental a promoção da saúde mental e prevenção das doenças mentais.

 

Ilda Morais aponta como principais medidas preventivas o autocuidado, a interação social, o compartilhamento de momentos e sentimentos com outras pessoas de confiança, a construção e o fortalecimento dos vínculos afetivos e sociais.

 

Imagem: Natali_Mis/iStock